Descubra por que os óculos se tornaram um objeto de beleza tão importante

Já faz mais de quatro séculos que os óculos foram inventados e, somente há bastante tempo após a sua invenção que, de fato, começaram a ser utilizados com mais frequência. Nos primordios, as mulheres que precisavam utilizar o óculos por alguma complicação na visão, não podiam nem sequer ir para a rua utilizando o “acessório” e, acredite, eram muito conhecidos por terem armações desconfortáveis e por vezes desajeitadas.

Além de todo o preconceito que os envolvia, comprar um par era uma tarefa extremamente complicada, pois, na época, você tinha que aguardar que viesse por meio dos viajantes internacionais e não tinha como optar por fazer um sob medida para se encaixar melhor no seu rosto ou o grau de necessidade. Ou seja, com olhos pequenos, grandes, rosto largo ou muito fino, você usaria o mesmo óculos.

Atualmente, a história mudou muito. Tanto o óculos de sol quanto o de grau viraram produtos sofisticados, não apenas servindo de ferramenta para ajudar na saúde dos olhos como também ganharam o status de objeto estiloso, de luxo.

Não é atoa que hoje nós temos inúmeros modelos e dos mais variados possíveis, com diferentes lentes e matéria-prima. E as marcas? Bem, estão produzindo óculos que valem verdadeiras fortunas.

Então, se você precisa de óculos, confira uma pequena parte da história dos óculos e descubra o motivo de terem se tornado objetos de beleza tão importantes atualmente, combinado?

 

DESAJEITADOS? CONHEÇA OS ÓCULOS DOS ANOS 1900

Em meados do século 20, todos já conheciam os óculos e já eram vendidos vários modelos unissex, e se o par era de serventia tanto do sexo masculino quanto do feminino, não tinha muita preferência.

Sobressaia a ideia de que independente de qual seja a sua situação e/ou formato do rosto, teria que se adaptar com o que era vendido na época. Acredito que você já deve ter ouvido falar e até visto os famosos óculos pince-nez em filmes antigos, que tinha esse nome por se encaixarem de modo desconfortável no nariz, não tendo qualquer tipo de haste.

Também como opção, as pessoas tinham o modelo Lorgnette, que rapidamente foi apelidado de “óculos de ópera”, já que geralmente eram utilizados especialmente por pessoas que frequentavam os teatros.

Eles possuíam hastes flexíveis e modelos diferentes para homens e mulheres, alguns dos modelos eram produzidos até mesmo com pedras e metais preciosos. Na verdade, quanto mais exuberante era o seu óculos, maior era a sua influência na sociedade da época.

Pouquissímo tempo após o sucesso dos modelos Lorgnette, começaram a surgir modelos parecidos com o que nós vemos hoje em dia. As lentes sempre redondas e sustentadas por hastes que, agora, se encaixavam na orelha ganharam repercursão e a simpátia das pessoas, visto que por não serem encaixadas no nariz, eram mais práticas e até mesmo confortáveis.

 

DOS ANOS 30 AO 80: O QUE REALMENTE MUDOU?

Com a popularização dos óculos com lentes redondas, a produção iniciou uma evolução enorme, já que os primeiros materiais à serem utilizados eram extremamente frágeis e inflamáveis.

Foi na década de 30 que os primeiros óculos Ray Ban escuros foram fabricados por pedidos de militares da Força Aérea Americana, que reclamavam por muita enxaqueca devido ao excesso de claridade enquanto estavam trabalhando. Sendo agora produzidos óculos que protegiam os olhos do sol e ainda eliminava a passagem dos raios solares.

O sucesso foi enorme, meses depois sendo lançado para o público em geral, ganhou o gosto do povo e acabou virando moda.

Já nas décadas de 50 e 60, os óculos oficialmente começaram a seguir tendências de moda. As armações foram ficando cada vez mais delicadas e femininas e a grande aposta dessa época eram modelos que aliavam o metal e o plástico no mesmo produto, podendo criar certos desenhos. Como, por exemplo, os famosos modelos browline.

Sendo também a época que o modelo cat eyes conquistaram as mulheres ao redor do mundo  pela grande popularização no cinema.

Com a vibe paz e amor, os óculos das décadas de 60 e 70 fizeram com que explodisse a ideia dos óculos com modelos mais hippies. Com armações geométricas, quase sempre bem futurísticas em preto e branco, o estilo bug eye vinha com lentes bem grandes e rapidamente virou moda.

Porém, na geração seguinte, as lentes vieram bem mais leves, mas ainda bem grandes. Agora sendo produzidos com várias cores, os óculos definitivamente estavam seguindo a linha hippie que, na época, era o estilo que tomava conta da juventude.

E, finalmente, os anos 80 chegou com uma moda muito carregada. Essa década foi marcada pelo cabelo e maquiagem bem carregadas e roupas que misturavam várias texturas, tecidos e acessórios. Os óculos escuros agora faziam parte da rotina das pessoas, sendo utilizados mesmo em ambientes onde a claridade era miníma.

Nessa década conhecida pelo seu exagero, as tendências se uniram e era muito comum ver armações de várias cores, feitas com os mais diversos materiais e de diferentes formatos. Sendo o modelo wrap arounds mais visto e utilizado na década e até se estendendo para meados dos anos 90.

 

ÓCULOS PARA TODOS: OBJETO DE BELEZA INDISPENSÁVEL

Com a chegada da década de 2000, cada fabricante decidiu que era melhor apostar em todos os estilos e necessidades, produzindo não apenas os óculos de grau como também apostando ainda mais nos óculos de sol, com várias características próprias e modernas.

O que está acontecendo agora é o seguinte: chegamos num momento onde quem deve escolher é quem vai utilizar o óculos, você é quem vai definir o seu estilo e optar pelo óculos que mais demonstrar isso.

É óbvio que as tendências vão sempre aparecer, mas não vai desaparecer a possibilidade de você poder escolher o que cai melhor em você, o que parece ser mais confortável e que combine com o formato do seu rosto. E é esse o motivo de ter se tornado um objeto tão importante para a beleza, pois temos em mente que o óculos deixou de ser somente uma necessidade e passou a ser um complemento para nos sertirmos mais bonitos.

Hoje em dia, você pode brincar um pouco, podendo escolher a armação que mais gostar e combinar com o seu rosto, seguir o seu estilo e ainda acompanhar algum fabricante em especial, já que é comum que sejam lançados modelos com designs diferentes, podendo adquirir vários óculos para serem utilizados em ocasiões distintas.